Eleições

PT conquista maioria na AL

No parlamento estadual base de Wagner começa com mais deputados

Publicado em 04/10/2010, às 01h15        Redação Bocão News

Tudo definido para Assembleia Legislativa da Bahia. Jaques Wagner vai iniciar o segundo mandato com a maioria que não tinha desde a saída do PMDB da sua base. Na verdade, esta “vantagem” ainda não está consolidada, pois a oposição ocupa 25 cadeiras do parlamento, outros quatro da coligação “Luta de uma Bahia que tem Pressa” podem não acompanhar os governistas, sem contar a representante do PV. Se estes se aglutinarem o governo passa a ter uma margem de apenas de cadeiras, o que não traz nenhum tipo de conforto para Wagner. Contudo, a coligação encabeçada pelo PT, deu sinais de sua “força”, foram 26 deputados eleitos.  Abaixo a lista dos deputados eleitos. Vale ressaltar que a tendência de mudança foi confirmada no legislativo estadual.

A coligação “Pra Frente Bahia” teve 26 deputados eleitos: Marcelo Nilo (PDT), Mário Negromonte Júnior (PP),  Ronaldo Carletto (PP), Zé Neto (PT),  Luiza Maia (PT), Cacá Leão (PP), Roberto Carlos (PDT), Zé Raimundo (PT), Rosemberg Pinto (PT), Euclides Fernandes (PDT), Sidelvan Nóbrega (PRB), Marcelino Galo (PT), Fátima Nunes (PT), Pastor José De Arimatéia (PRB), Neusa Cadore (PT), Joseildo Ramos (PT), Paulo Rangel (PT), Maria Del Carmen (PT), Aderbal Caldas (PP), João Bonfim (PDT), Luiz Augusto (PP), Coronel (PP), Paulo Camera (PDT), J. Carlos (PT), Bira Corôa (PT), Carlos Brasileiro (PT). A soma de votos desses  candidatos superou os 1.7 milhão.

Já a Coligação “Mais ação, mais Bahia” que tem agora 15 assentos: Maria Luiza Carneiro (PSC), Graça Pimenta (PR), Leur Lomanto Junior (PMDB), Reinaldo Braga (PR), Alan Sanches (PMDB), Sandro Régis (PR), Carlos Ubaldino (PSC), Ivana Bastos (PMDB), Luciano Simões (PMDB), Targino Machado (PSC), Angela Sousa (PSC), Pedro Tavares (PMDB), Temóteo Brito (PMDB), Vando (PSC), Elmar (PR).

O antigo PFL, atual DEM que tinha 14 assentos na assembleia viu a sua bancada ser reduzida a praticamente 1/3, neste pleito apenas cinco deputados foram eleitos. Nomes como o do atual líder da oposição na casa, Heraldo Rocha e de Gaban não figuram entre os eleitos. Contudo, Tom, Rogério Andrade, Gildasio Penedo, Herbert Barbosa e Paulo Azi asseguraram suas cadeiras.

Tanto a coligação “Luta de uma Bahia que tem pressa”, quanto o PCdoB, que saiu sozinho, conseguiram quatro parlamentares cada. Na primeira foram eleitos: Claudia Oliveira (PT do B), Bruno Reis (PRP), Adolfo Menezes (PRP) e Maria Luiza Laudano (PT do B). já o comunistas são Fabricio, Álvaro Gomes, Kelly Magalhães e Wenceslau

O PTN colocou três parlamentres, número igual ao da coligação “Frente Dois de Julho”. Joao Carlos Bacelar, Carlos Geilson e Coronel Gilberto Santana. Já  a coligação ficou com Deraldo Damasceno (PSL), Nelson Leal (PSL) e PR SGTº Isidorio.
Os tucanos que preferiram sair sozinhos e se recusaram a compor com os candidatos do DEM ocuparão apenas dois assentos nos próximos quatro anos no parlamento:  Adolfo Viana (PSDB) e Augusto Castro (PSDB). O Partido Verde conseguiu eleger sua primeira deputada, ao mesmo das últimas eleições Eures Ribeiro.

Classificação Indicativa: Livre