Eleições

Serra perde causa na Justiça

Tucano teve negado o pedido de direito de resposta movido contra Dilma

Publicado em 25/10/2010, às 21h00        Redação Bocão News

Na disputa judicial entre os candidatos à presidência da República o tucano perdeu mais uma. José Serra (PSDB) entrou com uma ação ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a sua adversária Dilma Rousseff (PT) pedindo direito de resposta a mensagens veiculadas pela campanha petista durante a propaganda de televisão.

De acordo com os tucanos, a propaganda tratou as escolas técnicas e mobilização de força policial em greve na Universidade de São Paulo (USP), entre outros assuntos de forma inverídica. Contudo, no entendimento do ministro Joelson Dias, que julgou o caso, não houve nenhuma inverdade manifesta ou ofensiva a José Serra na propaganda.

“No caso das escolas técnicas, o relator ressalta que a propaganda eleitoral realizou apenas uma comparação entre governos, não propriamente sobre números, mas sobre a concepção de determinado programa oficial”, revelou a nota oficial da Justiça Eleitoral.

“Sobre o emprego de força policial na greve da USP, o relator afirma que, em se tratando de universidades estaduais, as reivindicações da categoria, que levaram às greves e, consequentemente, à própria necessidade de mobilização da força policial em determinado momento, também diziam respeito ao governo daquele Estado, à época chefiado pelo candidato representante [José Serra]”, também registrou em nota a assessoria de imprensa do TSE.

Classificação Indicativa: Livre