Eleições

Em lançamento de autobiografia em Salvador, Dirceu defende indulto a Lula

Vagner Souza/BNews

Publicado em 11/09/2018, às 16h06    Vagner Souza/BNews    Henrique Brinco e Alexandre Santos

No evento de lançamento de sua autobiografia, nesta terça (11), em Salvador, o ex-ministro José Dirceu defendeu a concessão de indulto ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso desde  o dia 7 de abril em Curitiba (PR). 

"O [ex-] presidente tem o poder exclusivo da graça, que pode ser dada a qualquer cidadão. É evidente que, tendo o julgamento do Lula, é comprovado que ele é inocente. Sou totalmente favorável ao indulto", declarou Dirceu, que, em outubro de 2016, foi beneficiado com o mesmo instrumento, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) perdoou sua pena de 7 anos e 11 meses de reclusão por corrupção ativa no processo do mensalão.

Questionado se o líder petista terá alguma participação num eventual governo de Fernando Haddad, oficializado hoje como substituto de Lula na cabeça de chapa do partido, o ex-ministro desconversou. 

"Nós não ganhamos a eleição ainda. O Lula sempre nos proibiu de falar antes da vitória. Essa é uma questão que será tratada pelo presidente eleito. "Não devemos emitir opinião sobre isso", afirmou Dirceu.

Classificação Indicativa: Livre