Entretenimento

Avião usado por Marília Mendonça em 2018 foi interceptado pela Anac por serviço clandestino

Reprodução/Instagram

A cantora foi resgatada com vida após a queda de um avião no interior de Minas Gerais

Publicado em 05/11/2021, às 17h41    Reprodução/Instagram    Redação BNews

Marília Mendonça, que sofreu um acidente de avião na tarde desta sexta-feira (5), já havia sido interceptada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), em 2018, em uma aeronave que fazia táxi-aéreo clandestino. A cantora foi resgatada com vida após a queda de um avião no interior de Minas Gerais.

Na época em que o avião foi interceptado, a aeronave transportava a cantora e a equipe no aeroporto de Jundiaí (SP). A abordagem fazia parte de uma operação de combate ao serviço de táxi-aéreo clandestino em São Paulo, onde a cantora faria um show com a dupla Maiara & Maraísa. 

De acordo com informações da Metrópoles, a empresa dona do avião não tinha autorização para fazer táxi-aéreo e não poderia cobrar pelo serviço.

Matérias relacionadas:

Marília Mendonça engata romance com cantor baiano; saiba quem é

Maraisa revela fim do namoro de Marília Mendonça e recebe resposta atravessada da cantora; veja vídeo

Marília Mendonça muda o visual radicalmente; confira

Classificação Indicativa: Livre