Entretenimento

Arraiá BNews: Festas de São João para pessoas com autismo precisam de adaptação, afirma especialista

Divulgação
Com pessoas com autismo é preciso atenção aos detalhes e adaptação, já que o som das músicas, fogos e conversas  |   Bnews - Divulgação Divulgação

Publicado em 11/06/2024, às 19h01   Redação Bnews



Para o São João muitos itens são preparados para a festa, como música, fogos, alimentos e roupas. Mas, quando uma familia tem alguém com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), é preciso atenção aos detalhes e adaptação, já que o som das músicas, fogos e conversas, a quantidade de pessoas nas festas e os cheiros de fogos e fumaça podem ampliar a sensibilidade nesses momentos.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp!

“Se formos analisar, não há um aviso prévio de que os fogos serão tocados para que a pessoa utilize um fone anti-ruido. E por conta dessa falta de inclusão, muitos pais optam por não levar seus filhos para evitar que eles fiquem desconfortáveis e não se desregulam diante de tantos estímulos”, explicou Manoela Guimarães, psicóloga e co-fundadora do Gira Mundo.

Desde de 2020, o Gira Mundo realiza uma festa junina visando a inclusão para pessoas com TEA. Desse modo, o evento conta com música, quadrilha em um ritmo e som confortável para os pacientes. Previamente, a equipe faz aula de música com ensaio da quadrilha, aula de educação física com as músicas, explicando a forma como será feita a quadrilha também, para que a criança crie uma conexão.

Os familiares dos pacientes são convidados para interagirem com as crianças. “O São João é uma festa cultural e que merece ser comemorada e que as crianças autistas podem e devem sim participar dessa comemoração”, conta a fundadora do Espaço Gira Mundo.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp