Entretenimento

Vida de luxo, fã da máfia e affair com DJ: conheça o herdeiro do bicheiro de 'Vale o escrito'

Luiz Guimarães em Dubai e ao lado do pai, Capitão Guimarães - Foto: reprodução/ instagram
Documentário revela vida de luxo e desafios do herdeiro do mundo do jogo do bicho  |   Bnews - Divulgação Luiz Guimarães em Dubai e ao lado do pai, Capitão Guimarães - Foto: reprodução/ instagram
Juliana Barbosa

por Juliana Barbosa

[email protected]

Publicado em 05/12/2023, às 09h02


FacebookTwitterWhatsApp

Na deslumbrante cobertura em Niterói, Luiz Guimarães, personagem do último episódio do documentário "Vale o Escrito", sucesso da Globoplay, exibe uma decoração peculiar com referências aos clássicos do cinema e até ícones como o Tio Patinhas. Mas essa mansão de luxo raramente está vazia para o filho do bicheiroCapitão Guimarães, que, desde sua ascensão à presidência da Unidos de Vila Isabel, se encontra cercado por medidas de segurança, inclusive ao sair, escoltado por carros blindados e acompanhado por seguranças. As informações são do Portal EXTRA.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp. 

Leia também:Luciano Huck processa X, antigo Twitter; saiba motivo

Aos 25 anos, Luiz almeja seguir os passos do pai no mundo do jogo do bicho, como declarado sem rodeios em “Vale o Escrito”. Essa ambição, porém, gerou desconforto na hierarquia atual do bicho, que prefere um perfil mais discreto.

Enquanto o documentário o mostra abertamente, ostentando uma vida luxuosa em suas redes sociais, com viagens caras, carros valiosos e relacionamentos com modelos e influenciadoras, Luiz Guimarães também guarda aspectos mais privados, revelados em momentos de descuido ou por meio de acontecimentos expostos na mídia.

Seu envolvimento com a DJ Gabi Cavallin, envolvida em uma polêmica recente com o jogador Antony, veio à tona após descobertas nas redes sociais e um vídeo público confirmando o relacionamento. Apesar dessa exposição, a imagem que Luiz projeta como líder na Vila Isabel e no documentário contrasta com seu passado de complexos e timidez, transformado pela entrada no mundo do carnaval, marcado por mudanças físicas e tatuagens.

Apesar da relativa aceitação em sua presidência na Vila Isabel e da terceira colocação no carnaval passado, Luiz ainda enfrenta resistência, principalmente dos mais conservadores na comunidade. Mantendo uma tradição familiar, também atraiu a atenção da polícia, com seu pai em prisão domiciliar e a própria residência alvo de buscas em investigações sobre o assassinato do ex-presidente da Vila Isabel.

Filho de Aílton e Elizabeth Guimarães, a última mulher do capitão, que tem mais outros dois filhos, Luiz não deixou de manter outra tradição familiar, e também entrou na mira da polícia. Atualmente, seu pai cumpre prisão domiciliar — em agosto ele foi autuado em flagrante por crime de posse de munição e acessório de uso restrito.

Em maio, a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) deu início a uma operação para cumprir cinco mandados de busca e apreensão, parte das investigações do assassinato de Wilson Vieira Alves, o Moisés, ex-presidente da Vila Isabel, morto em setembro do ano passado.

O herdeiro do Capitão viu seu Porsche e dinheiro serem apreendidos, enquanto as investigações prosseguem. Sua vida de excessos e desafios parece entrelaçada com a história familiar e os caminhos do mundo do jogo do bicho.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp