Esporte

Adílson Batista deixa o Timão

Imagem Adílson Batista deixa o  Timão

Técnico ficou 17 jogos à frente do time, depois de substituir Mano

Publicado em 10/10/2010, às 19h46        Patrícia Costa


Após a derrota para o Atlético-GO - jogando em casa, por 4 x 3, neste domingo, 10 - o técnico Adílson Baptista optou por deixar o comando do Corinthians. O treinador ficou à frente da equipe por 17 jogos, depois de substituir Mano Menezes, que foi para a seleção brasileira.

Sob comando de Adílson, o Timão chegou a assumiu a liderança do Brasileirão. Mas neste domingo chegou a um jejum de cinco jogos sem vencer. Durante a semana, os torcedores já haviam pressionado os jogadores e comando técnico, pedindo resultados melhores.

O Corinthians, após a 29ª rodada, ocupa a terceira colocação no Brasileiro com 49 pontos, contra 54 do líder Cruzeiro e 52 do Fluminense. O clube paulista volta a campo na quarta-feira, 13, contra o Vasco, em São Januário, em jogo que foi adiado.

A saída do técnico foi confirmada pelo diretor de futebol do Corinthians, Mário Gobbi Filho.

“O professor [Adílson Batista] entendeu que deveria deixar o caminho livre porque não quer causar nenhum prejuízo ao clube que vive um momento de decisão. Ele enxergou com a grandeza de alma, de espírito e de saber que tem que o Corinthians está acima de tudo e de todos e que seria boa a saída dele", afirmou o dirigente.

Classificação Indicativa: Livre