Esporte

Diego Dabove atribui pênalti e expulsão como fatores primordiais para derrota do Bahia

Felipe Oliveira/EC Bahia

. O gol de empate do time paulista partiu da expulsão de Lucas Araújo, que culminou no pênalti convertido por Roger Guedes. 

Publicado em 06/10/2021, às 11h26    Felipe Oliveira/EC Bahia    Redação Galáticos Online

Mesmo saindo na frente do marcador, o Bahia não segurou a pressão do Corinthians e foi derrotado por 3 a 1, na noite desta terça-feira, em Itaquera. O gol de empate do time paulista partiu da expulsão de Lucas Araújo, que culminou no pênalti convertido por Roger Guedes. 

Na opinião do técnico Diego Dabove, o lance foi crucial para derrota Tricolor.

“A expulsão e o pênalti na mesma jogada foram determinantes. Fizemos um primeiro tempo parelho. Tampouco digo que merecíamos sair ganhando, mas o empate estava bem. Mas eles empataram, com um pênalti contra e um jogador a menos, é complicado. Estamos nervosos pela derrota. Não creio que tenha sido um jogo ruim da equipe e, sim, muita coisa diante de um bom rival. Depois, fatalidades do jogo, como o pênalti e o cartão vermelho na mesma jogada", disse Dabove.

Leia mais

Questionando sobre a entrada de Tony Anderson na equipe titular, o comandante disse que tem como característica mexer no time até achar a equipe ideal.

“Estamos buscando. Minha carreira sempre foi caracterizada por isso, por encontrar uma equipe e, a partir daí, ir modificando de acordo com as circunstâncias. Aqui, tenho a situação distinta de não ter mudado. Não tive Rossi, Conti, Hugo Rodallega... Foi um jogo que teve muitas coisas distintas para acomodar”, disse.

Leia também

Classificação Indicativa: Livre