Esporte

“Salários não trazem influência negativa nenhuma”, diz Paulo Angioni

Nilson Luiz

Em entrevista, Souza declarou que vencimentos estão atrasados

Publicado em 05/02/2013, às 12h21    Nilson Luiz    Redação Galáticos Online

Depois de Titi e Souza darem explicações sobre a situação do Bahia na temporada 2013, nesta terça-feira (5) foi a vez do gestor de futebol, Paulo Angioni conceder entrevista coletiva no Fazendão.

Sobre a questão de atrasos salariais levantada pelo atacante Souza, o gestor se mostrou tranquilo. “Os salários não trazem influência negativa nenhuma. Eu e o presidente tratamos isso de forma bem frontal com os atletas e todos sabem que o pagamento será feito nesta semana e afirmo que não é esse o motivo pelos resultados”.

Angioni também falou de uma possível saída de Jorginho do comando do Tricolor. “Em nenhum momento pensamos em mudar o treinador. Fizemos o maior esforço para mantê-lo. Temos o melhor relacionamento e acredito no seu desempenho”.

O gestor também falou do número de contratações, já que a intenção era de ser feita, apenas, pontuais. “Essa foi a mudança de planejamento em função de uma declaração de Jorginho. A direção entendeu que deveria precipitar. Sete (Demerson, Pablo, Magal, Obina, Toró, Rosales e Adriano), que considero pontuais, não estrearam ainda”.

Em relação a Adriano, Angioni explicou a situação. ”Falta transferência dele da China. Um jogador que vem por empréstimo, diferente do Obina. Ele depende da liberação da China”.

O Bahia volta à campo nesta quarta-feira (6), quando tenta a classificação para a fase de quartas de final da Copa do Nordeste.

Foto: Nilson Luiz

Classificação Indicativa: Livre