Esporte

Copa das Confederações: acarajé com camarão na Arena custará R$ 8

Imagem Copa das Confederações: acarajé com camarão na Arena custará R$ 8

Seis baianas poderão vender o quitute no estádio

Publicado em 08/06/2013, às 09h25        Leonardo Santana (Twitter: @leosouzasantana)

A seleção das baianas de acarajé que irão trabalhar na Arena Fonte Nova na Copa das Confederações já está escalada: Tânia, Norma, Maryjane, Elaine, Rita e Solange. Estas seis quituteiras poderão comercializar o bolinho mais famoso da Bahia dentro do estádio. Destas, três já trabalhavam no antigo estádio.


Na manhã desta sexta-feira (7), a Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 (Secopa), o Escritório Municipal da Copa (ECopa), e a Associação das Baianas de Acarajé e Mingau (ABAM) realizaram um encontro para apresentar o projeto de comercialização do acarajé na Arena Fonte Nova, durante a Copa das Confederações da FIFA 2013, aprovado pela FIFA e o Comitê Organizador Local (COL).


“Vencemos uma etapa, mas não ganhamos a guerra. É uma vitória do Brasil, da cultura brasileira. Nosso sonho era estar dentro do estádio, mas quem sabe em 2014 não vamos estar lá”, discursou Rita Santos, presidente da ABAM. Cerca de 30 pessoas trabalharão em conjunto com as baianas, divididas em seis quiosques, num espaço de 75 m².

No evento, realizado no Hotel Porto Bello, na Ondina, foi divulgado que as quituteiras ficarão antes das catracas, no mesmo local onde serão comercializados os produtos da Fifa.

Entretanto, apesar da boa notícia para as baianas - que poderão fazer parte dos jogos da Copa das Conferdações - elas ainda não estão liberadas para as demais partidas de Bahia e Vitória realizadas no local.

Porém, Ney Campello, secretário da Secopa, garantiu que já há uma sinalização da Arena para que as baianas continuem trabalhando no equipamento esportivo após a Copa das Confederações, mas que ainda não há uma definição sobre o trabalho das profissionais no entorno do local. “A Arena já incorporou a ideia de vender o acarajé após a Copa. É fundamental esse desfecho positivo, pois é um projeto que assegura a tradição e fortalece a cultura das baianas”, disse Ney.

Mas, o que pode pegar muitos torcedores de surpresa e não agradar é o preço anunciado para o famoso acarajé. Em dia de jogo, quem quiser comer o tradicional quitute terá que desembolsar R$ 8,00 com direito a camarão. Sem ele, o acarajé custará R$ 6,00.

Confira outros produtos e valores que estarão nos cardápios – transcritos em português, inglês e espanhol - e serão vendidos pelas baianas na Arena:

Bolinho de Estudante: R$ 5,00
Passarinha: R$ 5,00
Cocada: R$ 5,00
Abará c/ camarão: R$ 8,00
Abará s/ camarão: R$ 6,00








Veja uma maquete virtual dos quiosques das baianas que serão instalados na Arena Fonte Nova:

Publicada dia 7 de maio às 10h38

Classificação Indicativa: Livre