Esporte

Sheik dispara contra diretoria do Botafogo: "ninguém é babaca aqui"

Imagem Sheik dispara contra diretoria do Botafogo: "ninguém é babaca aqui"

Atrasos nos salários fez com que jogador atacasse dirigentes

Publicado em 02/08/2014, às 23h11        Redação Galáticos Online (Twitter: @galaticosonline)

A situação do Botafogo continua muito ruim. Os jogadores do time estão há três meses sem receber salário e com cinco de direitos de imagem atrasados. Apesar de ganhar o pagamento do Corinthians, Emerson Sheik se solidarizou com a situação pela qual os companheiros de elenco estão passando e fez fortes críticas à diretoria do clube carioca.

Em situação complicada, os jogadores do Botafogo estão há três meses sem receber salário e com cinco de direitos de imagem atrasados. Apesar de estar com os vencimentos em dia, já que recebe a quantia do Corinthians, o atacante Emerson Sheik se solidarizou com os companheiros por conta da situação e colocou a 'boca no trombone'.

"Com toda a incompetência da diretoria, ainda temos um grupo de homens, atletas, jogadores. Diante de toda essa confusão, conseguimos nos respeitar. A comissão tem mérito. Vivo uma situação particular. Minha história é bacana, com conquistas, por Flamengo, Fluminense, Corinthians. O Botafogo seria o clube que me daria momento de tristeza. Mas não, tenho aprendido muito", disparou Sheik em entrevista ao jornal Extra.

Apesar do momento, o atleta diz que os jogadores não estão com problemas entre eles. "Só havia vivido a felicidade do futebol, e o Botafogo me levou para uma realidade diferente. Estou amadurecendo aos 35 anos. É lógico que eu não desejo isso para a vida de ninguém, mas o ambiente de trabalho, mesmo sem a diretoria conseguir pagar, sem honrar os acordos, é bom. Mas ninguém quer passar por isso", disse.

Na entrevista ao Extra, Emerson fez questão de destacar que se estivesse enfrentando o mesmo problema dos outros jogadores, não estaria mais no Botafogo. "Quando cheguei aqui, fui muito bem recebido ,não tenho nada a dizer, mas, com o passar do tempo, vi situações que não alegram, não trazem benefício, não agregam. Vi promessas não cumpridas, datas, prazos e nada por salários. No dia acertado, todos ficam esperançosos depois, no dia, vem a desilusão, isso cansa. Ninguém é babaca, ninguém é idiota, sou a favor da verdade. Quem vende sonho é padaria, o atleta quer verdade", encerrou o revoltado atacante.


Classificação Indicativa: Livre