Esporte

Defesa de John Textor consegue suspensão de julgamento no STJD; saiba detalhes

Vitor Silva/Botafogo
Sessão foi suspensa ate que seja realizada reunião de Textor com o Centro de Arbitragem  |   Bnews - Divulgação Vitor Silva/Botafogo
Marcelo Ramos

por Marcelo Ramos

[email protected]

Publicado em 10/07/2024, às 07h53



A defesa de John Textor, proprietário da SAF do Botafogo, conseguiu suspender o julgamento que estava marcado para esta quarta-feira (10), na sede do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro. As informações são do ge.

O caso em questão se trata de quando o dirigente afirmou que teria áudios de "juízes gravados reclamando de não terem propinas pagas". Ele inicialmente foi denunciado por não apresentar provas.

O STJD indiciou o norte-americano por não contribuir e apresentar o material coletado. Textor foi julgado e, cumprindo uma determinação, entregou os áudios que possuía em maio.

A defesa do empresário alegou que houve "açodamento" (precipitação) na conclusão dos inquéritos, o que representaria "violação da ampla defesa".

O Tribunal concordou, e o novo julgamento só será marcado após o dia 15 de agosto, quando Textor terá uma reunião com o CBMA (Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem).

"Com efeito, seria temerário condenar definitivamente o requerente por não apresentação de provas a este STJD na hipótese de, eventualmente, o procedimento em curso no CBMA, já em 15/08/2024, acabar trazendo subsídios que possam ser úteis ao adequado julgamento deste feito, seja no sentido da ampliação da pena imposta seja no sentido da absolvição.

Ademais, registro que não há urgência processual ou fática a exigir a manutenção do julgamento para a sessão do Pleno marcada para 10/07/2024, podendo aguardar pouco mais de um mês sem qualquer prejuízo para as partes e boa aplicação da Justiça.", diz o documento do STJD.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp