Esporte

Lenda do tênis, Federer surpreende e se desculpa com Djokovic: "Não dei o respeito que ele merecia"

Divulgação/ATP Tour
Ex-tenista suíço afirmou que Djokovic o surpreendeu ao longo da carreira  |   Bnews - Divulgação Divulgação/ATP Tour
Marcelo Ramos

por Marcelo Ramos

[email protected]

Publicado em 12/06/2024, às 09h39



Considerado um dos maiores da história, o ex-tenista Roger Federer surpreendeu ao se desculpar com Novak Djokovic. Em um trecho de um documentário sobre sua aposentadoria, o suíço reconheceu que não considerou o sérvio como um grande adversário no início da carreira.

“Em 2006 eu o enfrentei em Monaco pela primeira vez. Saí da quadra pensando: "Sim, ele é ok". Havia uma grande euforia com Novak, mas ele não me convenceu totalmente. Não dei a Novak o respeito que ele merecia, tecnicamente ele era pouco consistente”, contou.

No entanto, Federer afirmou que Djokovic evoluiu muito ao longo da carreira. Hoje, o sérvio quebrou recordes de Federer e conquistou mais títulos de Grand Slam do que o rival: 24 contra 20.

“Ele tinha um forehand muito bom, mas seu backhand não era nem de perto como hoje em dia. Ele evoluiu muito e tornou-se um jogador monstruoso”, disse.

“Ele era visto como um intruso na lutra entre mim e Rafa. Havia muita paixão nessa rivalidade. Por isso, quando o Novak apareceu, muita gente disse: "Não precisamos de um terceiro. Estamos felizes com Roger e Rafa". Mas Novak tem uma personalidade fortíssima e uma fome incrível. Quer sempre vencer, custe o que custar”, finalizou Federer.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp