Esporte

Lisca, após conturbada saída do Sport, é anunciado como técnico do Santos

Reprodução / Instagram @liscatreinadoroficial

Na Vila Belmiro, o técnico gaúcho substituirá Fabián Bustos

Publicado em 20/07/2022, às 19h23    Reprodução / Instagram @liscatreinadoroficial    Klaus Richmond// Folhapress

O Santos anunciou nesta quarta-feira (20) a contratação do técnico Luiz Carlos de Lorenzi, 49, conhecido como Lisca. Ele pediu demissão do Sport após somente quatro jogos à frente do clube pernambucano, com multa rescisória estimada em R$ 400 mil.

Na Vila Belmiro, o treinador gaúcho substituirá Fabián Bustos. O argentino foi demitido há 12 dias, logo após a eliminação da equipe diante do Deportivo Táchira, da Venezuela, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

O novo técnico chega ao clube praiano em um ambiente de pressão, devido à má fase na temporada. O desembarque também é conturbado pelo modo como se deu a despedida de sua agremiação anterior.

Contratado pelo Sport no último dia 27 de junho, Lisca ouviu vaias e gritos de "mercenário" durante o empate sem gols com o Vila Nova, na última segunda (18), na Ilha do Retiro, em partida válida pela Série B do Campeonato Brasileiro. A informação do acerto com o Santos já tinha vazado e chegado aos meios de comunicação do Recife.

Visivelmente constrangido, o treinador apresentou comportamento bem mais contido do que o de costume à beira do campo e foi atingido por um copo de cerveja arremessado por torcedores. Na entrevista após a partida, negou o acordo com o Santos.

"Eu sou treinador do Sport. Não confirmo que sou treinador do Santos. Pergunta para lá de quem veio a notícia. Não tem declaração do Santos, do meu agente, do Sport. Não é verdade. Não conversei com ninguém do Santos. Colegas de vocês [jornalistas] têm de explicar a notícia dada no meio do jogo", justificou.

Um dia depois, ele mudou o tom e confirmou ter conversado com dirigentes santistas. "Disse sobre minha vontade de trabalhar lá", declarou à ESPN.

Em sua chegada, Lisca afirmara ter "esperado muito" para treinar o Sport. Ex-treinador do rival Náutico, tentou ganhar a torcida subindo no alambrado para comemorar a vitória por 2 a 0 sobre o Londrina na nova casa. Na ocasião, chegou a fazer gestos reverenciando o público.

O gaúcho ganhou o apelido de Lisca Doido em 2012, em sua passagem pelo Juventude. De personalidade chamativa à beira do gramado, coleciona episódios como encontros acalorados com torcedores e provocações a adversários.

Nos últimos tempos, ele vinha procurando se afastar do apelido e mostrar uma sobriedade maior, em uma tentativa de mostrar que seus conhecimentos táticos deveriam sobrepujar suas atitudes espalhafatosas. Também queria deixar de ser visto como uma espécie de bombeiro, chamado para clubes maiores apenas em momentos de desespero, para dar um choque de ânimo.

Fã declarado de Phil Jackson -técnico de basquete que fez história no Chicago Bulls e no Los Angeles Lakers adotando conceitos "zen", nada parecidos com os métodos de Lisca Doido-, formalizou há dois anos parceria com o influente empresário Jorge Machado.

Seu nome teve boa aprovação por parte do Comitê Gestor do Santos, grupo de dirigentes que toma decisões em colegiado. Ele foi sugerido pelo recém-contratado diretor executivo Newton Drummond, que liderou as conversas ao lado do presidente Andres Rueda.

Lisca gosta de falar com jornalistas mesmo em fases mais críticas e centraliza atenções, algo considerado positivo pelos dirigentes neste momento de crise. Ele já tinha sido cogitado para substituir Cuca, em 2021. Na ocasião, foi escolhido o argentino Ariel Holan, que durou 12 jogos.

As trocas no comando técnico têm sido constantes na gestão Rueda, que, em um ano e sete meses, já contabiliza seis treinadores: Cuca, Ariel Holan, Fernando Diniz, Fábio Carille, Fabián Bustos e Lisca. Exceção feita a Cuca, nenhum atingiu 40 partidas.

Em dezembro do último ano, em reunião no Conselho Deliberativo, Rueda abriu o fluxo de caixa do clube e mostrou detalhes de acordos trabalhistas feitos com ex-treinadores. Em 2021, foram R$ 12,9 milhões gastos com Dorival Júnior, Enderson Moreira, Jesualdo Ferreira, Oswaldo de Oliveira, Levir Culpi, Jorge Sampaoli, Holan, Diniz e Cuca.

Agora, Lisca espera fazer um trabalho mais duradouro do que os de seus antecessores. Com a equipe já eliminada da Copa Sul-Americana e da Copa do Brasil, ele terá apenas o Brasileiro pela frente. O Santos iniciou a 18ª rodada na décima colocação, com 22 pontos, quatro acima da zona de rebaixamento.

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre