Esporte

Olimpíadas Paris: Integrante da comissão do Brasil é desligada após polêmica com a ex e capitã do time de vôlei

Ilustrativa/Divulgação/FIVB
A capitã do time de vôlei, Gabriela Guimarães, foi difamada nas redes sociais  |   Bnews - Divulgação Ilustrativa/Divulgação/FIVB

Publicado em 10/07/2024, às 07h54   Pedro Moraes



Acusada de criar uma conta fake para difamar a ex e atual capitã do time de vôlei femimino do Brasil, Gabriela Guimarães, Sheilla Castro foi desligada dos treinos da equipe. Sendo assim, ela não vai integrar a comissão técnica que irá para as Olimpíadas de Paris, na França, neste mês. 

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp. 

Depois de ter o nome envolvido na polêmica, a ex-atleta  viralizou nas redes sociais recentemente. A bicampeã olímpica deixou Saquarema, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (8). Portanto, ela não integra mais o trabalho desenvolvido pelo técnico José Roberto Guimarães.

A assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) garantiu, conforme divulgado pelo portal Metrópoles, que Sheilla sempre teve fases presenciais e remotas enquanto esteve na comissão técnica da Seleção. 

As duasregistraram vários momentos juntas antes da polêmica. Foto: Reprodução/Redes Sociais
As duas registraram vários momentos juntas antes da polêmica. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em contrapartida, a entidade reforçou que Sheilla segue na comissão técnica. Além disso, Serginho Escadinha, que tem a mesma função no time masculino, também não irá para a França.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp