Esporte

Torcedor do Cruzeiro acusa presidente do Corinthians de agressão após partida; veja vídeo

Reprodução/GE/Danilo Fernandes/Meu Timão
Agressão teria acontecido após duelo entre Cruzeiro e Corinthians no Mineirão  |   Bnews - Divulgação Reprodução/GE/Danilo Fernandes/Meu Timão
Marcelo Ramos

por Marcelo Ramos

[email protected]

Publicado em 08/07/2024, às 11h17



Um torcedor do Cruzeiro denunciou ter sido agredido pelo presidente do Corinthians, Augusto Melo, no Mineirão, após a partida disputada no domingo (7). João Daniel Milhomes, de 40 anos, alega que foi acertado no rosto pelo dirigente.

De acordo com o torcedor, a agressão ocorreu quando ele foi levar o seu filho aos bares em uma área próxima do camarote onde estava a diretoria do clube paulista.

“No final do jogo, meu filho de oito anos pediu para eu comprar um suco. Eu me dirigi aos bares que estão atrás dos camarotes e, nesse momento, estava passando o senhor presidente do Corinthians, com uma série de seguranças, muito seguranças, intimidador inclusive, quando a torcida toda do Cruzeiro entrou na brincadeira, chamando de segunda divisão, essas brincadeiras de torcida. E eu falei que ele seria o presidente que rebaixaria o Corinthians”, contou.

“Ele se dirigiu a mim muito nervoso e me agrediu, na frente do meu filho, que presenciou tudo, ficou muito triste. Eu não revidei, mas depois fiquei um pouquinho nervoso e falei que eu prestaria queixa, não por querer ganhar alguma coisa, não preciso disso, mas que essas pessoas entendam que elas não podem fazer o que querem. Eles têm que respeitar as crianças, têm que respeitar as pessoas”, completou.

Imagens do circuito interno de segurança mostraram o momento em que Augusto Melo toca com a mão no rosto do torcedor.

Assista:

Seguranças do Mineirão interviram na situação. Na sequência, o torcedor se dirigiu à delegacia do Mineirão para prestar depoimento e registrar um Boletim de Ocorrência.

O Corinthians soltou uma nota se posicionando sobre o caso:

"Neste domingo (07), o Presidente do Corinthians, Augusto Melo, foi hostilizado por torcedores do Cruzeiro na saída do camarote do Estádio do Mineirão. Após uma discussão, a equipe de segurança do Clube interviu para proteger o presidente e os outros membros da diretoria e staff, afastando alguns cruzeirenses mais exaltados."

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp