Geral

Residencial Dona Lindú foi inaugurado e famílias cobram chaves

Imagem Residencial Dona Lindú foi inaugurado e famílias cobram chaves

"Ele já está pronto e eu só quero poder entrar e morar, diz uma das beneficiadas

Publicado em 30/09/2011, às 22h17        Patrícia Costa

Construído por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida, o Residencial Dona Lindú foi inaugurado com festa, no último dia 13 de agosto, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, pelo senador Walter Pinheiro (PT-BA) e pelo governador Jaques Wagner. Mas, as famílias beneficiadas pelo Programa Minha Casa Minha Vida, que vão ocupar as 1.131 novas moradias, denunciam que ainda não receberam as chaves dos imóveis.

"No mês de julho, fomos chamados para fazer a vistoria do empreendimento, no mês seguinte, teve a inauguração e depois nada foi feito. Até hoje estamos esperando pelas chaves", disse indignada a dona de casa Ivone Oliveira Silva, 34.

Ivone lembra ainda que no dia da inauguração "foi aquela festa. entregaram uma chave simbólica e foi dito que a partir daquela data seriam entregues as chaves de fato para a gente e até agora nada. Ele já está pronto e eu só quero poder entrar e morar com minha família", ressalta. 

A dona de casa conta que na última terça-feira (20) a comunidade realizou um protesto na Câmara de Vereadores, mas sairam de lá ainda mais indignados: "A Câmara que a gente pensava que era a casa do povo, nos deu as costas. O presidente, Antônio Rosalvo, abandonou o plenário e convocou os vereadores a fazer o mesmo". 

Ainda segundo ela,  a prefeita do município, Moema Gramacho, deu um prazo de 15 dias para tentar resolver a situação. 

A obra

O Residencial Dona Lindu é destinado a famílias com renda de até três salários mínimos e beneficiará mais de 5,5 mil pessoas. A obra recebeu investimento superior a R$ 51,5 milhões. Dividido em três setores (A, B e C), o conjunto está inserido na malha urbana da sede do município de Lauro de Freitas e recebeu um investimento de R$ 51,5 milhões.
O Setor A conta com 464 unidades habitacionais divididas em 16 blocos, o Setor B com 435 unidades distribuídas em 15 blocos e o Setor C com 232 unidades em 8 blocos. Cada unidade habitacional dispõe de dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, totalizando 43,35 metros quadrados.

Foto: Manu Dias/Ascom

Classificação Indicativa: Livre