Geral

Após assembleia, bancários confirmam o fim da greve

Trabalhadores receberão 9% de reajuste salarial

Publicado em 17/10/2011, às 20h23        Redação Bocão News

Em assembleia realizada no final da tarde desta segunda-feira (17), Ginásio de Esportes localizado no bairro dos Aflitos foi confirmada a decisão e finalizar a greve dos bancários terminou, exceto no Banco Nacional do Brasil. A partir de amanhã, a categoria, que fechou mais de 9 mil agências em todo o país em 21 dias, já volta a trabalhar normalmente. O índice de reajuste proposta pela Fenaban de 9%, na opinião dos representantes dos bancários, representa avanços. Inicialmente, os bancos queriam pagar 7,8%, o que equivaleria a reposição da inflação.

O piso salarial de R$ 1,4 mil também é outra importante conquista. No início dos debates, a Fenaban não aceitava nem discutir o assunto. A Participação nos Lucros e Resultados também será maior, com o aumento da parcela fixa básica para R$ 1,4 mil (reajuste de 27,2%) e do teto da parcela adicional de R$ 2,8 mil (reajuste de 16,7%).

Na Bahia, no primeiro dia de paralisação, em 27 de setembro, os baianos fecharam 346 unidades bancárias. Aos poucos, os funcionários foram aderindo ao movimento e, no quarto dia de paralisação, o Estado contava com 605 agências fechadas.


Paralisação nacional

Os sindicatos dos bancários em todo o país devem realizar assembleias nesta segunda-feira, para votar pela aprovação ou não do acordo que pode encerrar a greve da categoria, que teve início em 27 de setembro.

A proposta a ser votada foi fechada na última sexta pela Federação Nacional de Bancos (Fenaban) e pelos representantes do Comando Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

Classificação Indicativa: Livre