Geral

Sindimed apoia manifestação de alunos e professores da FTC

Estudantes reclamaram da atitude da Polícia Militar

Publicado em 05/06/2013, às 16h01        Redação Bocão News (@bocaonews)

O Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed) manifestou, em nota, apoio à manifestação dos professores e estudantes de medicina da Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC), na terça-feira (4). No protesto na Avenida Paralela, os integrantes foram contidos pela Polícia Militar, que chegou a usar bombas de gás e balas de borracha para dispersar o movimento e desobstruir a via. O sindicato afirma, em nota, que discorda de qualquer tipo de violência que faz lembrar atitudes arbitrárias e autoritárias de “tempos anteriores”. Em solidariedade à reivindicação dos docentes e alunos, que reclamam de salários atrasados, a entidade que representa os médicos baianos diz colocar à disposição da categoria os serviços da assessoria jurídica para os médicos e professores médicos que necessitem de auxílio e esclarecimentos para
terem seus direitos assegurados.

Saiba mais:

Em nota, FTC nega ter chamado a PM e convoca professores para reunião

FTC: professores param Paralela e dizem que PM agiu com violência


Após alunos denunciarem ao Bocão, PM nega violência ou impedimento do ato

Classificação Indicativa: Livre