Geral

Defensoria do RS processa Cobasi e pede indenização milionária por morte de animais

Maurício Tonetto/Secom RS
Ação judicial alega danos ambientais, à saúde pública e psicológicos após a morte de dezenas de animais  |   Bnews - Divulgação Maurício Tonetto/Secom RS
Melissa Lima

por Melissa Lima

[email protected]

Publicado em 31/05/2024, às 22h57



A Defensoria Pública do Rio Grande do Sul decidiu entrar na justiça contra a Cobasi, empresa especializada em produtos e serviços para animais domésticos, que também comercializa os 'pets'.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp!

A ação pede indenização de R$ 50 milhões pela morte de dezenas de animais que estavam disponíveis para venda em duas unidades da Cobasi em Porto Alegre durante as enchentes. Pelo menos 38 animais de uma unidade e quatro de outra faleceram.

Na ação, a Defensoria acusa a empresa de causar danso ambientais, à saúde pública e psicológicos à toda a comunidade, por causa das imagens divulgadas enquanto as autoridades trabalhavam. Em nota, a Defensoria indicou que “o valor cobrado representa menos de 2% do faturamento da empresa, que é de R$ 3 bilhões por ano”.

A defesa da Cobasi se manifestou através de nota, chamando a indenização de “absurda” pelo valor pedido. Também disse que ela “reflete o uso açodado e leviano do direito de petição, no caso exercido à margem da correta apuração dos fatos”. A defesa afirma ainda que “a Cobasi lamenta profundamente o ocorrido” e que tem ações de apoio ao estado em andamento, destacando o envio de de suprimentos. 

Em uma das lojas, que fica no subsolo do Shopping Praia de Belas, dezenas de animais de pequeno porte como aves, peixes e roedores foram deixados durante a inundaçã. Testemunhas e gerentes do shopping dizem que, mesmo com o fechamento do centro comercial naquele dia, ainda era possível entrar no local nos dias seguintes e fazer a retirada dos animais.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp