Infraestrutura

Todas as cabines quebram e o Elevador Lacerda para de funcionar

Imagem Todas as cabines quebram e o Elevador Lacerda para de funcionar

Soteropolitanos e turistas sofrem nos ônibus disponibilizados pela prefeitura

Publicado em 15/01/2013, às 06h37        Marivaldo Filho (Twitter: @marivaldofilho)

Se alguma pessoa que não mora em Salvador for questionada sobre o ponto turístico mais conhecido da cidade, a probabilidade da resposta ser “Elevador Lacerda” é muito grande. É normal que turistas, principalmente na época de alta estação, lotem a cidade e queiram visitar o Elevador Lacerda, que, além de atração turística, deveria ser um dos meios de transporte mais eficientes para ligar a parte alta à parte baixa da cidade. As cabines quebradas e as longas filas viraram rotina para soteropolitanos e turistas. Mas, na manhã desta segunda-feira (14), em pleno verão, todas as cabines quebraram e o Elevador Lacerda parou de vez.

A única cabine do Elevador Lacerda que estava funcionando quebrou na noite do último domingo.  "Consertada” ás 9h15, não funcionou a contento nem uma hora. Às 10h10, a cabine quebrou novamente, de acordo com informações da Transalvador.

Quem tentou se deslocar entre as cidades alta e baixa no histórico ponto turístico inaugurado em 8 de dezembro de 1873 teve que se contentar com os ônibus que a prefeitura de Salvador disponibilizou para minimizar o problema. No total, sete foram colocados à disposição para fazer, gratuitamente, o transporte.

“Pega mal para a cidade. Vim querendo conhecer o Elevador Lacerda, sou informado que tenho que ir de ônibus. Pensei, então, que era algo turístico, confortável. Passei um aperto danado, cheguei na Cidade Alta parecendo que tinha tomado um banho de tão suado que fiquei. O que era para ser diversão virou transtorno”, declarou José Fagundes Cirne, de Florianópolis.



“A cidade é linda, cheia de belezas naturais, mas é mal cuidada. Um ponto turístico como o Elevador Lacerda, conhecido no Brasil todo, com todas as cabines quebradas? Parece uma brincadeira de mau gosto. Alguém tem que dar um jeito nisso”, afirmou a francesa Juliette Pascale, que mora em Paris.

De acordo com a Transalvador, o conserto das cabines está sendo providenciado e ”em breve, “o Elevador Lacerda deve voltar a funcionar normalmente”.


Restou, aos turistas, secar as roupas molhadas depois de enfrentar o ônibus lotado da prefeitura e aproveitar a vista da Cidade Alta.

Fotos: Marivaldo Filho/ Bocão News

Nota originalmente postada às 14h57 do dia 14

Classificação Indicativa: Livre