Bahia

Após divergir de município e órgãos federais, governo do Estado admite rompimento em barragem

[Após divergir de município e órgãos federais, governo do Estado admite rompimento em barragem]
12 de Julho de 2019 às 12:31 Por: Divulgação/ Defesa Civil Por: Redação BNews 0comentários

Após mobilizar a estrutura de comunicação do governo para afirmar que houve apenas transbordamento da barragem de Quati, em Pedro Alexandre, o governo do Estado voltou atrás na manhã desta sexta-feira (12) e admitiu que a estrutura teve “rompimento parcial”. Em nota enviada à imprensa, a Secretaria de Comunicação disse que uma vistoria feita no fim da manhã desta sexta identificou que isso verdadeiramente ocorreu.

"O Governo do Estado esclarece que, inicialmente, houve o transbordamento da barragem, com rachadura nas laterais. No entanto, a pressão da água acabou provocando rompimento parcial do equipamento. Uma nova vistoria será realizada, na tarde de hoje, para verificar a extensão dos danos e a situação de barragens vizinhas ao Quati", diz o comunicado.

O estado vinha, desde quinta (11), divergindo da prefeitura e da Agência Nacional de Águas (ANA), órgão federal, que atestaram rompimento da barragem. O governo fez um esforço concentrado para divulgar a versão do transbordamento. O secretário estadual de Comunicação, André Curvello, chegou a participar do programa do apresentador José Eduardo, na Rádio Metrópole, para desmentir a versão que circulou inicialmente. 

O rompimento da estrutura aconteceu no fim da manhã de quinta, por causa das fortes chuvas que atingem a região. A água que vazou da barragem invadiu Pedro Alexandre e a cidade vizinha Coronel João Sá. A cidade de Coronel João Sá foi a mais atingida pela inundação, porque fica em uma altitude mais baixa que Pedro Alexandre. Cerca de 500 pessoas estão desalojadas.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas