Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Justiça

Policiais federais da Bahia entram na Justiça contra ministro da Economia e pedem indenização de R$ 200 mil

[Policiais federais da Bahia entram na Justiça contra ministro da Economia e pedem indenização de R$ 200 mil]
19 de Maio de 2020 às 09:14 Por: Arquivo BNews Por: Yasmin Garrido

O Sindicato dos Policiais Federais da Bahia (Sindipol-Ba) entrou, nesta segunda-feira (18), com uma ação de reparação por dano moral coletivo, a título indenizatório, contra o ministro da Economia Paulo Guedes.

Na Justiça, o sindicato questiona as declarações proferidas contra os servidores públicos, o que, segundo a inicial, ofende a intimidade, a honra e a imagem da categoria. “Guedes, de forma agressiva e desrespeitosa, conforme noticiado pela imprensa, disse que os servidores assaltam o Brasil”, ao fazer referência a pedidos de progressão funcional.

"É tão absurda a forma com a qual o ministro tem se referido aos servidores de modo geral. Primeiro, comparando-os a parasitas, afirmando que 'servidor não pode ficar em casa, com geladeira cheia, enquanto brasileiros perdem emprego' e, agora, o mais absurdo, 'pedindo' para não 'assaltarem' o Brasil", disse o presidente do Sindipol-Ba, José Mário Lima.

Na ação, a entidade pediu uma indenização de R$ 200 mil a título de dano moral e, de acordo com o sindicato, o valor, em caso de vitória judicial, será doado ao Hospital Santo Antônio, que pertence às Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), e ao Hospital Aristides Maltez.

A ação indenizatória já foi recebida pela Justiça Federal e tramita na 4ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado da Bahia.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso