Justiça

Moradores de Quilombo de Ilha de Maré vão ao MP denunciar liderança comunitária

[Moradores de Quilombo de Ilha de Maré vão ao MP denunciar liderança comunitária]
20 de Maio de 2021 às 12:42 Por: Dinaldo Silva // BNews Por: Nilson Marinho

Cerca de 10 quilombolas de três localidades da Ilha de Maré, em Salvador, foram na manhã desta quinta-feira (20) até à sede do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), em Nazaré, denunciar a falta de transparência de uma líder comunitária. Os moradores pedem maior participação nas decisões e cobram a vacinação de pessoas que não foram imunizadas contra a Covid-19 sob o argumento de que não faziam parte do território.

De acordo com Luana do Brasil, moradora e coordenadora da Prohumano Delegacia Diretios Humanos, os populares, descontentes com a liderança, agora, pedem acesso às atas e ao estatuto do Quilombo para realizar uma nova eleição no próximo dia 25 de maio. Pedido que teria sido negado pela liderança. O BNews entrou em contato com a líder, mas as ligações não foram atendidas.

"Todos outros benefícios, como cestas básicas que chegam na nossa comunidade em nome do quilombo, são distribuídas com o critério de ter carteira de pesca, não é assim, deve ser para todo o território quilombola. Nem todos tomaram a vacina sob a alegação de as doses eram apenas para aqueles que moravam lá, sendo que, de segunda a sexta, alguns saem para trabalhar e só retornam no sábado e domingo. Estamos aqui revindicando nossos direitos porque eles estão sendo violados", explicou.

Os moradores fazem parte das localidades do Porto do Cavalo, Martelo e Ponta Grossa, onde moram cerca de 400 famílias.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar