Lazer

Veja fotos e histórias de quem curtiu a festa do Senhor do Bonfim

Imagem Veja fotos e histórias de quem curtiu a festa do Senhor do Bonfim

Paulista apaixonada frequenta evento há cinco anos e homem de 82 percorre o cortejo de patins

Publicado em 17/01/2013, às 17h30        Terena Cardoso (Twitter: @Terena_Cardoso)

Um problema de saúde mal resolvido em um dos pés não impediu a paulista Elaine Aparecida, de 52 anos, de espiar a colina sagrada na manhã desta segunda-feira (17), dia da Lavagem do Senhor do Bonfim. “Eu moro na Bahia há cinco anos e nunca deixei de vir. Todo ano estou e estarei aqui”, garante. A estudante diz que vai à festa pela fé. “Eu sou uma pessoa de fé, por isso venho aqui. Eu consigo sentir a mesma energia boa que os baianos sentem quando vêm para a Lavagem”, conta.




Elaine foi de bengala para a Lavagem do Senhor do Bonfim


Enquanto Elaine se esforçava para subir a colina e curtir a festa, Raimundo Borges, de 82 anos, esbanjou disposição e alegria. A bordo de seus patins, ele desfilou próximo à igreja Basília de Nossa Senhora da Conceição da Praia. “Eu tenho dois patins, um para o carnaval e esse que uso na Lavagem há muitos anos. Não troco minha saúde por juventude alguma”, diz o ‘moço’. Raimundo mora no Cabula. Para ir até a Basílica ele toma um ônibus e depois, calça seus patins. “Há mais de 10 anos eu faço isso e me sinto muito bem... Estou novo ainda!”, diz bem humorado.



Raimundo foi de patins para a Lavagem


Já a doméstica Vera Lúcia Pereira, de 51 anos, investiu em um vestido estampado com as fitas do Senhor do Bonfim, para curtir a festa. “Paguei cinquenta reais. Achei caro, viu? Mas não me arrependo. Quando eu cheguei aqui todas as minhas colegas disseram que eu estou muito bonita”, conta. Esbanjando charme e simpatia, Vera subiu a Colina Sagrada para fazer pedidos ao Senhor do Bonfim. “Vim pedi um ano de muita paz, alegria e menos violência”, revela.



Vera esbanjou simpatia com seu vestido estampado com fitas


Por falar em fita do Senhor do Bonfim, quem faturou mesmo esse ano foi o vendedor ambulante José Orlando, de 25 anos, que vendeu as fitas por valores variados. “Não vou mentir pra você... Para o turista eu estou cobrando cinco reais. Mas, para as baianas eu dou até de graça”, admite. Ao ser perguntado o porque de isentar as baianas do pagamento pelas fitas, ele respondeu sem titubear. “Gente da gente não pode ser assim. Pega mal”, justifica.



José admitiu ter vendido fitas por R$ 5 para turistas


Graças, festa, dinheiro e tradição. Esta última foi o motivo que levou o vovô Márcio de Souza, de 45 anos, a carregar o netinho Alessandro, de um ano e dois meses, para a Lavagem do Senhor do Bonfim. “É coisa de baiano, né? Trouxe logo para ele se acostumar. Procuro ficar em lugares mais tranquilos justamente para não estressá-lo”, disse Márcio, enquanto Alessandro, de fato, curtia a festa muito calmo no pescoço do vovô.



Alessandro curtiu a festa com o vovô Márcio


E como bem disse Márcio, “coisa de baiano” é ver um casal BA X VI em completa paz subindo a Colina Sagrada, na Praça do Bonfim. Lorena Carvalho, de 24 anos e Marcus Albuquerque, de 26, não se importaram em expor seus times adversários durante o cortejo. “Está massa tudo isso aqui. É a primeira vez que venho e estou adorando”, conta a vendedora. Já Marcus, calejado da festa, admite que todo os anos comparece. “Eu tenho 26 anos e frequento a Lavagem há 23. Isso porque com quatro anos não dava pra vir, né?”, brinca o estudante.



Amor até no esporte! Casal BA X VI sobe a Colina Sagrada

Matéria originalmente publicada às 13h35 do dia 17/01.

Veja nossa galeria completa de imagens

Classificação Indicativa: Livre