Meio Ambiente

Junho Verde: No dia Nacional da Mata Atlântica, secretário e deputado falam da importância da data e preservação do bioma

Ilustrativa / FreePik
Mata Atlântica compreende cerca de 15% da extensão do território brasileiro  |   Bnews - Divulgação Ilustrativa / FreePik
Luiz Guilherme

por Luiz Guilherme

[email protected]

Publicado em 27/05/2024, às 21h40



Celebrado no dia 27 de maio, o Dia Nacional da Mata Atlântica homenageia a "Carta de São Vicente", escrita pelo Padre Anchieta em 1560. O principal objetiva da data é conscientizar a população sobre a preservação e uso sustentável da segunda maior floresta tropical do Brasil. 

Compreendendo cerca de 15% do território brasileiro, a mata se distribuí por 17 estados do país, entre Piauí e o Rio Grande do Sul, além de parte da Argentina e Paraguai.

No entanto, por conta da urbanização e industrialização, restam somente 12,4% da floresta original, o que além de provocar um forte desmatamento na Mata Atlântica, coloca em risco também milhares de espécies de vegetais e animais que habitam no bimoma.

Além disso, o bioma concentra aproximandamento 80% do PIB nacional, contribuindo de forma significativa para a economia brasileira.

Confira mais matérias do projeto Junho Verde! 

Em entrevista ao BNews, o secretário de Sustentabilidade, Resiliência, Bem-estar e Proteção Animal (Secis), Ivan Euler, destacou a importância da data na conscientização da população e listou algumas medidas que vem sendo tomadas para a preservação do bioma

Jefferson Peixoto/Secom PMS

Como a Mata Atlântica é um bioma extremamente importante, principalmente para Salvador, a gente precisa preservar e algumas medidas estão sendo tomadas aqui pela prefeitura, como a criação de unidade de conservação, criação de parques, a preservação de áreas verdes, uma forma de preservar esse bioma extremamente importante e rico aqui na cidade de Salvador", iniciou o secretário.
Outra iniciativa da Prefeitura, que eu falei da questão da preservação, das unidades de conservação e criação de PACs, também tem o trabalho de plantio de árvores nas cidades, através do Disc-Mata Atlântica, que a população pode orientar, indicar áreas para a gente fazer plantios de árvores da Mata Atlântica. Todas as nossas mudas que a gente planta são espécies da Mata Atlântica. E também o trabalho que a gente faz com as crianças, no dia de hoje, de manhã cedo, a gente estava plantando junto com as crianças de uma escola, no barro de Vila Laura, estamos fazendo esse trabalho junto com a Secretaria de Educação, de conscientização das crianças, já desde cedo, com a importância da nossa flora e da nossa Mata Atlântica", emendou. 

Ainda ao BNews, o secretário Ivan Euler comentou sobre a Sessão Solene em Homenagem ao Dia da Mata Atlântica, que irá acontecer nesta terça-feira (28) no Plenário da Câmara dos Deputados, às 9h.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp!

Me traz com uma felicidade, por ter uma ação dessa na Câmara Federal. Um dia importante de conscientizar a população e os poderes nesse público legislativo, também junto com o Executivo, dando esse apoio para conscientizar a preservação de um biama tão importante, não só para o Salvador, mas quanto para o Brasil", elogiou o secretário. 

Presente na abertura do Viva Mato, projeto organizado pela fundação SOS Mata Atlântica, o Coordenador da Frente Parlamentar Mista Ambientalista, o deputado federal Nilto Tatto (PT-SP) comentou com o BNews sua alegria em comemorar a data e destacou a importância da preservação da mata para evitar grandes catástrofes como vem ocorrendo no Rio Grande do Sul.

Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados

Hoje nós celebramos o Dia da Mata Atlântica, e eu estou aqui na abertura do Viva Mato, organizado pela SOS Mata Atlântica. E nós celebramos por ter uma lei específica para a Mata Atlântica, aliás, é um bioma muito importante para o Brasil inteiro, a maior parte da população vive no bioma da Mata Atlântica, mas ele é o bioma mais degradado", disse o deputado.
Por isso, para enfrentar a crise climática, para a gente não ter mais esses eventos tão extremos como tem lá no Rio Grande do Sul, é fundamental a gente cuidar da Mata Atlântica. Por isso, vamos celebrar ele, mas vamos com cuidado fazer a nossa parte para restabelecer aquilo que foi destruído na Mata Atlântica", finalizou Nilto Tatto.

O projeto Junho Verde 2024 é uma realização do Grupo A4 com patrocínio da Suzano, Governo Bahia, Axxo, JBS, Sian Engenharia, Shopping da Bahia, Intermarítima e Casa de Apostas Arena Fonte Nova. O apoio fica por conta da Atlântico Transportes, ITS Internet, Planeta Imaginário, Ecogreen Educação Ambiental, Casa Soma e UCI Orient Shopping da Bahia.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp