Mundo

Após envolvimento com funcionária, McDonald’s demite presidente

Drew Angerer / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

Empresa nomeou Chris Kempczinski para substituir executivo.

Publicado em 04/11/2019, às 10h12    Drew Angerer / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP    Redação BNews

O McDonald's demitiu o presidente executivo (CEO, na sigla em inglês), Steve Easterbrook, de 52 anos, após o conselho de administração da companhia entender que o executivo "violou a política" da rede de fast-food ao manter uma relação amorosa com uma funcionária. As informações são do portal G1. 

Em comunicado, o McDonald's informou apenas que o executivo "demonstrou mau julgamento, se envolvendo em um recente relacionamento consensual com uma funcionária", que não foi identificada.

"Isso foi um erro", disse Easterbrook sobre o relacionamento em um e-mail enviado para funcionários no domingo, segundo informou a agência Reuters. "Dados os valores da empresa, concordo com o conselho que é hora de seguir em frente."

Easterbrook também renunciou ao seu cargo no conselho de administração da empresa.

A companhia nomeou Chris Kempczinski, 51, para o cargo de CEO e presidente. Anteriormente, o executivo foi presidente do McDonald's Estados Unidos.

Classificação Indicativa: Livre