Mundo

Hackers invadem sistema da Microsoft e fazem 60 mil vítimas no mundo

Divulgação/Microsoft

Ataque foi comunicado pela empresa de tecnologia - que culpou a China

Publicado em 07/03/2021, às 12h55    Divulgação/Microsoft    Redação BNews

O debate sobre segurança cibernética nos Estados Unidos foi intensificado após 60 mil usuários do e-mail da Microsoft terem seus dados roubados por hackers apoiados pelo governo chinês. 

De acordo com informações da revista Veja, o ataque foi comunicado pela empresa de tecnologia. Por meio de nota, a Casa Branca disse estar trabalhando para avaliar e lidar com a investida. “Esta é uma ameaça ainda ativa. Pedimos às operadoras de rede que a levem muito a sério”, diz trecho do comunicado.

Procurado para comentar as acusações da Microsoft, o Ministério das Relações Exteriores da China informou, através de um porta-voz, que o país “se opõe firmemente e combate ataques cibernéticos e roubos cibernéticos”. 

Afirmou também que culpar uma nação específica era uma “questão política altamente sensível”. Também de acordo com a publicação, a Microsoft diz que os clientes que usam o sistema de e-mail baseado na nuvem não foram afetados.

Classificação Indicativa: Livre