Mundo

Oito corpos de músicos de uma mesma banda foram encontrados no México

O desaparecimento do grupo foi declarado nesta sexta-feira (25)

Publicado em 28/01/2013, às 17h24    Divulgação    Redação BocãoNews (Twitter: @bocaonews)

Após serem declarados desaparecidos, oito corpos foram encontrados no Estado de Nuevo León, nordeste do México neste domingo (27), próximo ao local onde 20 pessoas desapareceram na semana passada, incluindo músicos da banda Kombo Kolombia e membros de sua equipe, conforme informou o governo de Nuevo León nesta segunda-feira (28). As informações são do site Estadão e Associated Press.

Quatro dos corpos foram retirados de um poço onde podem estar outros desaparecidos. Conforme informação do governador Rodrigo Medina, fornecida à emissora de TV local. O governador informou também, que especialistas continuam no trabalho de identificação dos corpos, mas existem evidências que indicam que eles são de membros da banda.

A agência estatal de investigação de Nuevo Leon ainda continua trabalhando em um terreno vago na cidade de Mina, próximo à cidade de Monterrey, e uma autoridade da agência informou que o número de corpos pode aumentar. A autoridade não pode confirmar se os corpos pertencem aos 16 membros da banda e sua equipe, que foram declarados desaparecidos na sexta-feira após terem feito um show privado em um bar na noite de quinta-feira na cidade vizinha de Hidalgo.

Pessoas que vivem perto do bar em Hidalgo disseram terem ouvido tiros por volta das quatro horas da manhã, seguidos do ruído de veículos em alta velocidade. As autoridades, porém, afirmam que esse tipo de ocorrência é comum na região. Familiares dos desaparecidos procuraram a polícia na sexta-feira após terem perdido o contato pelo telefone celular.

Os carros dos integrantes do grupo foram encontrados estacionados do lado de fora do bar. Nos últimos três anos, Kombo Kolombia tocou um estilo de música colombiana conhecida como vallenato, muito popular no Estado de Nuevo Leon. A maioria dos músicos do grupo pertencia à região.

Classificação Indicativa: Livre