Mundo

Adolescente fica tetraplégico após pular na parte rasa de piscina para fugir de vespa

Reprodução/GoFundMe
Adolescente de apenas 13 anos fraturou duas vértebras no pulo  |   Bnews - Divulgação Reprodução/GoFundMe

Publicado em 05/07/2024, às 22h07   Victória Valentina



Um trágico acidente mudou para sempre a vida de um adolescente de apenas 13 anos, morador da cidade de Frisco, no Texas, nos Estados Unidos. Semyon Williams Jr ficou tetraplégico após pular na parte rasa de uma piscina para fugir de uma vespa.

Segundo a mãe dele, Anya, o adolescente e outras crianças começaram a brincar de fugir do animal em centro comunitário de lazer. Em determinado momento, porém, ele saiu correndo e mergulhou na piscina. Apesar de ser bom nadador, ele pulou na parte rasa.

Semyon foi resgatado por um amigo e, rapidamente, levado de ambulância para o Children's Health, em Dallas. Após exames, a família descobriu que ele havia fraturado o pescoço e quebrado a medula espinhal. Ele teve que passar por uma cirurgia no pescoço, mas talvez nunca recupere os movimentos.

De acordo com o neurocirurgião pediátrico do hospital, o adolescente fraturou 4ª e a 6ª vértebra cervical e partes na frente e atrás do canal espinhal. "O fato de ele não ter nenhuma função motora ou sensorial abaixo do nível da lesão não é um bom indício de que ele vai se recuperar bem, mas é muito cedo para dizer e só temos que esperar para ver", completou Bruno Braga, à KXAS.

Por conta da situação do filho, Anya abriu um site de financiamento coletivo GoFundMe para custear o tratamento do jovem. Além disso, tirou licença do trabalho para cuidar dele diariamente.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp