Mundo

Homem conhecido como 'caçador de fósseis' encontra presa de mastodonte durante mergulho

Reprodução/Alex Lundberg
Presa de mastodonte pode ter milhões de anos  |   Bnews - Divulgação Reprodução/Alex Lundberg

Publicado em 05/06/2024, às 18h17   Victória Valentina



Um simples mergulho na costa da Flórida, nos Estados Unidos, rendeu o achado de uma preciosidade pré-histórica. Alex Lundberg, conhecido como o "caçador de fósseis", localizou uma antiga presa de mastodonte que pode ter milhões de anos. 

O animal, parente dos mamutes, surgiu entre 23,7 milhões de anos e 5,3 milhões de anos atrás, sendo extintos no final do período Pleistoceno, há cerca de 10 mil anos. 

Mastodonte
Reprodução

Lundberg passeava com amigos perto de Venice Beach quando foi surpreendido pela presa. "Quando comecei a espalhar a areia, vi o corte transversal dela e percebi que era uma presa inteira. Fizemos uma tipoia com uma toalha de praia e a penduramos na lateral do barco", relatou ao Daily Mail. "É absolutamente surreal que ele tenha surgido inteiro e não tenha se quebrado", completou.

A presa foi levada para análise de um especialista do Museu Bishop de Ciência e Natureza de Bradentonm, que a considerou "super rara", uma vez que apenas dentes de tubarão pré-históricos e pedaços quebrados de presas de mamute são normalmente encontrados na região.

De acordo com o Daily Mail, as presas de mastodonte, que normalmente têm apenas alguns centímetros de comprimento, foram vendidas por valores entre 20 e e 350 dólares (entre R$ 100 e R$ 1.850). Alex, no entanto, acredita que sua descoberta possa valer cerca de 5 mil dólares (R$ 26 mil reais).

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp