BNews Nordeste

Polícia prende suspeito de aplicar golpes contra juízes, desembargadores e empresários de SE

Divulgação/ SSP-SE

O mentor do grupo foi preso em Goiás, mas as investigações continuam em andamento

Publicado em 27/05/2022, às 10h17    Divulgação/ SSP-SE    Redação BNews

Polícias civis de Sergipe e Goiás deflagram Operação Perfil Fake como resultado das investigações sobre golpes que fizeram inúmeras vítimas, inclusive juízes e desembargadores, no valor estimado de R$ 40 mil. A ação realizada nessa quinta-feira (26) resultou na prisão de um homem na cidade de Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia (GO).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, os suspeitos se passavam pela vítima para extorquir dinheiro. Uma pessoa chegou a transferir R$10 mil. “Os golpistas se utilizavam de fotografias das vítimas para se passar por elas alegando ter mudado de número e pedir dinheiro aos contatos próximos”, revelou a delegada Luana Guedes.

Leia mais:

Saiba os nomes dos PRFs envolvidos na morte de Genivaldo, homem asfixiado em viatura

Meu marido foi assassinado e agora estamos sem sustento, diz viúva de morto em Sergipe

Moro lamenta morte em SE, mas elogia Polícia Rodoviária Federal

Ainda conforme a delegada, as vítimas são juízes, desembargadores, médicos, dentistas e empresários. “O preso era o líder do grupo criminoso e ficava como uma espécie de mentor, planejando os golpes. O grupo chegou a fazer cerca de 30 vítimas em Aracaju”, informou Guedes.

A investigação sobre Perfil Fake, iniciada em 2020, localizou a base da associação criminosa em Goiás. As investigações continuam em andamento. Informações e denúncias podem ser repassadas por meio do Disque-Denúncia, no telefone 181. O sigilo é garantido.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre