BNews Nordeste

Polícia Federal investiga fraudes em competições esportivas em Estado nordestino

Polícia Federal/Divulgação

24 mandados de busca e apreensão foram expedidos para cumprimento da Polícia Federal

Publicado em 14/06/2022, às 16h31    Polícia Federal/Divulgação    Redação Bnews

A Polícia Federal cumpriu 24 mandados de busca e apreensão em seis cidades do Grande Recife, nesta terça-feira (14). A investigação aponta que uma quadrilha é responsável pelo desvio de R$21 milhões do antigo Ministério do Esporte, que atualmente integra o Ministério da Cidadania.

O grupo seria responsável por superfaturar itens adquiridos em licitações e podem não ter realizado os serviços contratados. As investigações iniciadas em 2019, apontam que as licitações eram direcionadas de forma ilegal para empresas determinadas.

Leia mais:
"Se não sentar, não vamos adiante", juíza discute com advogados de defesa de Jairinho; assista

Rui Costa minimiza mudança de circuito do Carnaval de Salvador: “Tenho assunto mais urgente’

"Aconteciam vários torneios, gincanas, corridas, competições, que envolviam, muitas vezes, jogos interescolares, uma gincana de férias onde tinham vários eventos ocorrendo. Essas empresas, para fazerem esses eventos, teriam que ser muito grandes, então elas subcontratavam esses serviços e pagavam um valor muito abaixo. Supervalorizavam e ficavam com muito mais dinheiro pelo valor pago", disse o delegado da PF, Henrique Callou. 

Os investigados podem responder por crimes de fraude em licitações, peculato (desvio de dinheiro praticado por agentes públicos), corrupção ativa e passiva. As penas podem ultrapassar 25 anos de reclusão.

Siga o Tiktok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre