Polícia

Após pagamento de fiança, médica que matou professora em acidente de trânsito na Pituba é solta

Reprodução

Rute Nunes Oliveira Queiróz foi autuada em flagrante por homicídio culposo, quando não há intenção de matar

Publicado em 15/03/2018, às 22h34    Reprodução    Redação BNews

Após pagamento de fiança, a médica Rute Nunes Oliveira Queiróz, 49, envolvida no acidente que matou a professora de balé Geovanna Alves Lemos, 41, na tarde desta quinta-feira (15), foi liberada da 16ª Delegacia.

A polícia não informou o valor da fiança. Antes de deixar o local, a médica – que foi autuada em flagrante por homicídio culposo, quando não há intenção de matar – passou por exames de corpo de delito e toxicológico.

Acidente

O veículo Kia Sportage, conduzido pela médica, seguia pela Avenida ACM, no Itaigara, sentido Rio Vermelho e colidiu com uma motocicleta pilotada por um mototáxi e tinha a professora estava como carona. A colisão aconteceu quando os veículos faziam o retorno. 

A Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) informou que os dois veículos atravessaram o canteiro da pista e pararam na via do outro sentido. 

A vítima dava aulas no colégio Sartre COC e na Ebateca, em Brotas. Já Rute Queiroz é pediatra no Hospital São Rafael e ex-diretora médica e assessora técnica do Hospital Roberto Santos.

Matéria relacionada:

Médica é presa após causar acidente que matou professora de balé na Pituba

Classificação Indicativa: Livre