Polícia

Perícia feita no quarto e no hotel onde estava MC Kevin aponta detalhes do dia da morte do artista

[Perícia feita no quarto e no hotel onde estava MC Kevin aponta detalhes do dia da morte do artista]
24 de Maio de 2021 às 14:28 Por: Divulgação Por: Redação BNews

O laudo da perícia do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) feita no hotel na Barra da Tijuca, onde o cantor Kevin Nascimento Bueno, o MC Kevin, morreu, no último dia 16, traz detalhes do interior do quarto 502, de onde ele caiu da sacada, e da queda de uma altura de 15 metros. 

Segundo o Extra, na suíte foram encontradas garrafas e bebidas alcoólicas e embalagem de preservativo. O documento aponta que a queda “teve como causa aparente um acidente”, não havendo indícios de “briga” ou “ações violentas”.

Na área externa do hotel foram encontradas marcas onde o corpo do cantor bateu antes de atingir o chão ao lado da piscina. O laudo de exame de necropsia feito no corpo do funkeiro mostrou que ele teve 13 fraturas, sendo a causa da morte descrita como traumatismo crânio encefálico, provocado por ação contundente.

No quarto 1305, onde o cantor estava hospedado com a esposa, a advogada Deolane Bezerra, o único item que chamou a atenção da perícia foi uma garrafa de Whisky com metade da bebida. O cenário era bem diferente do interior do quarto 502, onde MC Kevin, MC VK (Victor Elias Fontenelle) e a modelo Bianca Domingues tiveram relações sexuais no início da noite.

Na suíte, de onde o cantor pularia pela sacada para supostamente alcançar o andar de baixo, foram encontradas bebidas: uma garrafa de champagne “Dom Perignon” com a metade consumida, uma garrafa de gin “Bombay Sapphire” consumida parcialmente, duas latas de “Red Bull” e uma garrafa de “Coca-Cola”.

No quarto, as camas estavam fora da arrumação padrão e itens pessoais espalhados, como uma cueca e um isqueiro no chão, e celulares, carteira e embalagens de preservativo sob os móveis. Apenas uma sandália do par, que pertence à Bianca, também foi esquecida num canto do cômodo.

Os peritos também encontraram quatro cartões de acesso ao quarto. De acordo com a polícia, em uma hora foram realizados quatro acessos — sendo no intervalo entre 16h52 e 17h57. Nesse horário, estiveram no apartamento, além de Kevin, os amigos Victor e Jhonatas Augusto Cruz e Bianca.

Ainda segundo o documento, no banheiro, foram encontradas uma embalagem vazia de preservativo e uma cueca. Na pia estava um relógio que, segundo Victor, pertence a Jhonatas. De acordo com os depoimentos, ele teria tomado banho e se escondido atrás de uma cortina após ter sido negado ter relações sexuais com Bianca.

Na varanda estavam uma cadeira, uma mochila com documentos de Jhonatas, um par de chinelos masculinos e uma lata de energético.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar