Polícia

Empregada doméstica se joga de prédio no Imbuí para fugir de cárcere privado

Reprodução/ Google Street View

Ela estava na residência desde a última quinta-feira (19) para cuidar de três crianças, desde que chegou de Itanagra (BA)

Publicado em 25/08/2021, às 15h34    Reprodução/ Google Street View    Redação BNews

Uma jovem de 25 anos se jogou do terceiro andar de um prédio no Imbuí após ser mantida em cárcere privado pela patroa. Ela estava na residência desde a última quinta-feira (19) para trabalhar como empregada doméstica e cuidar de três crianças, desde que chegou de Itanagra (BA).

O problema teria começado quando a trabalhadora avisou à mulher, no sábado (21), que não ficaria mais no emprego. Familiares da vítima contaram ao Balanço Geral nesta quarta-feira (25) que a mulher foi ameaçada de morte e agredida pela patroa, além de ser colocada em cárcere privado.

A jovem também teria dito que foi obrigada a entregar o celular e ficou incomunicável. Contudo, na terça-feira (24), conseguiu mandar um áudio desesperado para a família pedindo que chamasse a polícia, pois estava sendo agredida e mantida presa pela dona da casa, e enviou o localizador. 

Leia mais:

Médico é acusado por duas mulheres de importunação sexual em Salvador

PF acha R$ 20 milhões em espécie na casa de suspeito de fraude em esquema de 'pirâmide'

Os familiares tentaram contato com a doméstica até a noite de terça, mas não conseguiram. Desesperada e sem notícias, a jovem se jogou, na manhã desta quarta, pela janela do banheiro e acabou caindo no andar de baixo. Ela foi socorrida por vizinhos, que chamaram o SAMU.

A vítima está com suspeita de fratura no pé e cheia de hematomas pelo corpo. Ela está sendo atendida no Hospital Geral o Estado.

Leia também:

Advogado é morto a tiros dentro de carro no Alto do Coqueirinho

Vídeo: advogado explica cobrança indevida de multas de trânsito na transferência e licenciamento

Classificação Indicativa: 10 anos