Polícia

Do estágio a CPI da COVID: Estagiária de Lewandowski presta depoimento à PF após acusações de ser ''informante''

Nelson Jr./Sco/STF

Publicado em 07/10/2021, às 15h09    Nelson Jr./Sco/STF    Redação BNews

Em mais um desdobramento da CPI da Covid, a estagiária do ministro do STF Ricardo Lewandowski, Tatiana Bressan, é alvo de uma busca e apreensão da Polícia Federal (PF), nesta quinta-feira (7), após ser tratada como informante pelo blogueiro, Allan dos Santos. 

De acordo com a CNN, o endereço de Tatiana, em Brasília, foi vasculhado desde às 14h por policiais. Neste momento, a acusada está prestando depoimento na Superintendência da PF. 

Estagiária do ministro Ricardo Lewandowski teria se colocado à disposição do blogueiro Allan dos Santos para vazar informações do STF. Ainda conforme as mensagens, o blogueiro foi o primeiro a demonstrar interesse pelo ‘’trabalho’’ de informante de Tatiana sobre assuntos que tramitavam na corte e no gabinete do ministro.

Leia mais 

Em suas redes sociais, Allan dos Santos disse que Tatiana era sua “fonte” e que o exercício jornalístico havia sido violado pelo vazamento de seu nome.

Santos é alvo de uma série de investigações sobre ameaças a ministros do Supremo e disseminação deliberada de informações falsas. Por esse vínculo, apontado em mensagens da CPI da Pandemia, Tatiana foi chamada a depor pelo ministro Alexandre de Moraes, relator dos inquéritos que apuram os supostos delitos de bolsonaristas nas redes.

Leia também 

Classificação Indicativa: 14 anos