Polícia

Corpo de jovem morta por advogado é levado para Feira; família soube pela imprensa

Arquivo Pessoal

Vítima foi criada pela tia; enterro será nesta segunda-feira (18)

Publicado em 17/10/2021, às 21h25    Arquivo Pessoal    Aline Reis e Henrique Brinco

O corpo de Kesia Stefany da Silva Ribeiro, de 21 anos, foi enviado para Feira de Santana (BA), onde deve ser enterrado nesta segunda-feira (18), às 10h30. A informação foi confirmada pelo BNews junto a um irmão da vítima. Ela foi assassinada pelo advogado criminalista José Luiz de Britto Meira Júnior, na Rua Barro Vermelho, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador.

Ainda segundo esse irmão, a família da vítima soube do crime pela imprensa - embora tivessem contato com o acusado. A mãe de Kesia está viva, mas ela foi criada por uma tia.

Os dois mantinham um relacionamemento há dois anos, de acordo com a Polícia Civil. Horas antes do feminicídio, ela publicou nas redes sociais vídeos  aproveitando a piscina do prédio do suspeito, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador. Eles também curtiram o sábado (16) em um show do cantor Zé Vaqueiro, na capital baiana.

Leia mais:

Kesia levou um tiro na cabeça e chegou a ser socorrida pelo advogado para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas chegou sem vida à unidade de saúde. O suspeito fugiu em seguida, mas foi localizado cerca de uma hora após o homicídio.

De acordo com o Centro Integrado de Comunicação (CICOM), Meira estava em um apartamento, no Edifício da Vince Resindeciale, no bairro da Pituba. O veículo usado na evasão foi encontrado por policiais militares. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de feminicídio no DHPP.

O advogado Domingos Arjones, que integra a defesa do advogado, disse ao BNews que o tiro foi acidental. "Ele alega que foi fruto de uma discussão, uma desavença, e infelizmente aconteceu o disparo acidental. Todos os indicíos apontam para isso. Ele está lesionado. Tem histórico de violência recíproca, infelizmente culminou nisso", disse. Segundo Arjones, o cliente tem porte de arma.

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: 12 anos