Polícia

Filho de advogada escuta conversa da mãe com cliente e planeja chacina na BA

Divulgação

Publicado em 21/11/2021, às 11h55    Divulgação    Nilson Marinho

A polícia civil da cidade de Eunápolis, no sul do estado, desvendou nesta semana o motivo das mortes de cinco pessoas de uma mesma família, incluindo uma criança de 11 anos. A chacina aconteceu no dia 30 de outubro deste ano, às margens da BR-101, entre os distritos de Monte Pascoal e Montinho, em Itabela, também na região sul.

Investigadores chegaram à conclusão de que quem estava por trás do crime era o filho da advogada de uma das vítimas, que havia contratado a profissional para cuidar de um processo em que ela tinha direito a uma quantia em dinheiro. 

Leia também:

O filho da advogada, Antônio Carlos Vasconcelos, 21, que trabalhava no escritório da mãe, estava no local no dia em que ela recebeu Gean Vieira da Silva, de 43 anos, em sua sala para conversar sobre o processo. O suspeito teria escutado todo o diálogo. Ao saber que a vítima estaria prestes a receber um valor, após o ganho no processo judicial, ele começou a planejar o crime.

(Foto: Reprodução/Primeiro Jornal)

O autor intelectual da chacina teria procurado mais quatro pessoas para ajudá-lo a colocar o plano em prática. Entre um dos envolvidos está um rapaz de 17 anos, que está foragido. Os demais foram presos nesta sexta-feira (19), durante uma operação deflagrada para elucidar o caso. 

A polícia acredita que a ideia inicial era matar apenas Gean, mas ao chegarem no local do crime, os suspeitos encontraram ele na companhia dos familiares. Todos os cinco foram mortos a tiros.

Os envolvidos deixaram a cena do crime com alguns pertences das vítimas, como uma televisão e um microondas. Não foi informado se eles conseguiram levar o dinheiro que Gean havia ganhado. 

A polícia descartou a possibilidade da advogada estar envolvida nas mortes. Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pela juíza titular da Comarca de Itabela, após parecer favorável do Ministério Público Estadual.  

Matérias relacionadas:

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre