Polícia

Diretora do DHHP exalta operação: "Acreditem, não falta trabalho e dedicação para trazer um pouco de paz ao nosso povo”

Brenda Viana

"Ao longo dessas etapas a gente apreendeu 11 armas de fogo, sendo 4 fuzis. Imagine o poder bélico desses envolvidos", declarou a diretora

Publicado em 20/05/2022, às 21h04    Brenda Viana    Letícia Rastelly

Quem acompanhou o noticiário policial dessa semana sabe que diversas operações da Polícia Civil foram deflagradas. Uma delas, com um nome bem peculiar, prendeu nesta fase 10 pessoas: a Borderline. A diretora do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deu detalhes sobre essa ação, que teve apoio da Polícia Militar e do Ministério Público, durante entrevista no programa BNews Agora, transmitido na noite desta sexta-feira (20), na Piatã FM.

A diretora destacou que o nome da operação tem a ver com a sua tradução: limítrofe, afinal os alvos eram pessoas que atuavam as margens da BR 324, na fronteira entre os bairros de Valéria, Palestina e cidade de Simões Filho.

De acordo com Andréa, eles eram líderes dos crimes de assassinatos cometidos nas regiões citadas. “Você veja que ao longo dessas etapas, a gente apreendeu 11 armas de fogo, sendo 4 fuzis. Imagine o poder bélico desses envolvidos, que aterrorizam aquelas comunidades, que certamente é composta, em sua grande maioria, de trabalhadores”, comentou a diretora, antes de exaltar a operação. “A gente fica feliz com o resultado, por, de certa forma, neutralizar a ação desses indivíduos. Acreditem, não falta trabalho e dedicação para trazer um pouco de paz ao nosso povo”.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre