Polícia

Homem mata família queimada e recebe 108 anos de condenação

Ilustrativa/Unsplash
A companheira e os três enteados foram mortos pelo mesmo homem  |   Bnews - Divulgação Ilustrativa/Unsplash

Publicado em 11/06/2024, às 10h55   Pedro Moraes



Após assassinar a esposa e os três enteados, um homem foi condenado a 108 anos de prisão por matá-los. O caso aconteceu em dezembro de 2022, em Castelo, na Região Sul do Espírito Santo. O acusado, identificado como Fabiano Alves, de 43 anos, recebeu 108 anos de prisão. Na oportunidade, ele incendiou a casa em que moravam, mas, somente nesta segunda-feira (10), a condenação foi proferida pelo Tribunal do Júri.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp.

De acordo com o Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), Fabiano foi condenado por homicídio qualificado. Entre as vítimas está uma criança de 8 anos. A princípio, o rapaz cumprirá a pena em regime fechado, segundo o portal Metrópoles.

Anteriormente, o réu já estava preso preventivamente desde que foi encontrado depois do crime. “De acordo com os autos, Fabiano Alves, sob efeito de álcool e cocaína, agrediu até a morte a então companheira, de 41 anos, e os três filhos dela: um rapaz, uma adolescente e uma criança”, destacou o Ministério.

Com isso, Fabiano ateou fogo nos corpos após cometer os crimes e fugiu para uma mata, onde ficou escondido por mais de 30 horas. Ele chegou a negar as acusações, porém o MP pediu a condenação dele pelos quatros homicídios.


Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp