Polícia

Marido que planejou morte de cantora gospel dava dicas para casais conservadores sobre valores familiares; assista

Reprodução/Redes sociais
Ederlan Mariano foi preso após confessar que planejou morte da cantora gospel Sara Mariano  |   Bnews - Divulgação Reprodução/Redes sociais

Publicado em 29/10/2023, às 14h37   Cadastrado por Victória Valentina


FacebookTwitterWhatsApp

O pastor Ederlan Mariano, que foi preso após confessar que planejou a morte da esposa, a pastora e cantora evangélica Sara Mariano, costumava usar as redes sociais para pregar "bons costumes" e para dar dicas a casais conservadores sobre valores familiares.

Em uma das publicações, Ederlan dedica o vídeo especialmente aos casais. "Se você gosta de bíblia, fica no vídeo. Se não gosta, cai fora", inicia. (Assista abaixo)

Na sequência, ele cita um versículo da bíblia que diz que o "marido deve amar a própria esposa como a si mesmo". 

"Todo bem que você acha que merece, que deveria receber, o carinho que merece, tudo aquilo que você gostaria de receber da sua esposa, faça para sua esposa primeiro (...) O amor não é suficiente pra manter um casamento. Além de amor, toda mulher precisa de respeito e precisa ser admirada, e não tem ninguém melhor no mundo pra ser um admirador da sua esposa como você mesmo, que é o marido dela", disse Ederlan.

Investigações

Durante seu depoimento, prestado na noite de sexta-feira (27), dia em que Sara Mariano foi encontrada morta, Ederlan Mariano revelou que tentou destruir o celular da esposa logo após seu desaparecimento. 

"Ele estava com o celular dela no dia seguinte do desaparecimento, o que denota que ele tinha inteção de esconder todas as provas - que teremos meios de recuperar. Mas ele tentou tirar de circulação, das redes sociais, o aplicativo que a mulher usava e todas as informações reproduzidas", disse o delegado Euvaldo Costa, titular da 25ª DT (Camaçari), que ainda investiga o caso.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp