Polícia

Mulher pede socorro por delivery e homem é preso por estupro; entenda

Reprodução/Record TV
Vítima de estupro utilizou espaço de observação em pedido de delivery para pedir por ajuda  |   Bnews - Divulgação Reprodução/Record TV

Publicado em 10/07/2024, às 17h46   Victória Valentina



Um pedido de hambúrguer e batata frita foi crucial para que um homem fosse preso por estupro contra a companheira na última segunda-feira (8), em Curitiba (PR). A vítima de violência sexual utilizou o espaço de observação no pedido de uma lanchonete para pedir socorro e, desta forma, fazer com que a polícia fosse até sua residência.

"Me ajuda, manda a polícia para esse endereço. Fui estuprada e violentada pelo [nome do rapaz]. Me ajuda, tenho uma filha, corremos perigo. Esse homem é perigo", diz a mensagem.

Ao se deparar com o recado, a atendente da lanchonete acionou a Polícia Militar imediatamente. Enquanto a guarnição se deslocava para a casa da vítima, a funcionária continuou conversando com a mulher através de códigos, para que o suspeito não desconfiasse. "O policial avisou que era para a gente tentar avisar a ela para ela sair. Mandei mensagem falando: seu pedido já está aí na frente. Consegue atender?", disse Ariane da Paz, atendente da loja, em entrevista à TV Record.

O homem foi preso em flagrante pela polícia e levado à delegacia. A vítima, por sua vez, foi hospitalizada, passou por exames e recebeu alta. Ela foi encaminhada para um abrigo com a filha. 

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp