Polícia

Operação que capturou suspeito de fraude bancária em Feira de Santana envolve outras cidades brasileiras

Divulgação/MP
Cerca de R$ 90 milhões foram movimentados pelo esquema de fraude  |   Bnews - Divulgação Divulgação/MP

Publicado em 10/07/2024, às 10h41   Pedro Moraes



Um dos operadores do esquema milionário de fraudes bancárias que envolve cidades de todo o Brasil foi preso, nesta quarta-feira (10). A situação aconteceu em Feira de Santana, a cerca de 100 km, realizada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco). 

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp. 

O esquema movimentou cerca de R$ 90 milhões. As equipes ainda cumpriram mandado de busca e apreensão na residência do investigado. A ação é contemplada pela 'Operação Mão Fantasma', deflagrada pelo MP de Santa Catarina. Outros sete estados também foram abrangidos.

A principal missão é desarticular três organizações criminosas especializadas em fraudes bancárias, sobretudo na prática dos golpes conhecidos como "mão fantasma/acesso remoto" e "falsa central de atendimento". Cerca de 34 mandados de prisão preventiva estão previstos para serem cumpridos.

Além disso, 73 mandados de busca e apreensão também devem acontecer nos seguintes estados: Santa Catarina, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Bahia, Paraíba e Ceará.

Assista:

Investigação

Iniciada em 2022, após boletins de ocorrência relatarem a subtração de valores de contas bancárias, a investigação analisou que os criminosos utilizavam aplicativos de gerenciamento remoto para controlar os celulares das vítimas e realizar transferências ilícitas de valores.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp