Polícia

Operação Xepa: PF investiga empresas de hortifruti baiano que sonegaram mais de R$10 milhões em tributos

Divulgação/PF
PF cumpre 10 mandados de busca e apreensão contra empresas de hortifruti baiano  |   Bnews - Divulgação Divulgação/PF

Publicado em 11/06/2024, às 07h41   Cadastrado por Marco Dias



A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira (11), a “Operação Xepa”, que cumpre 10 mandados de busca e apreensão nas cidades de Ilhéus, Itabuna, Poções e Porto Seguro, contra empresas de hortifruti baianas suspeitas de sonegação de tributos. A informação é do portal G1. 

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp

De acordo com a PF, a operação é resultado de uma investigação iniciada a partir de representações fiscais para fins penais, apresentadas pela Receita Federal contra duas empresas do ramo de distribuição de hortifrutigranjeiros. O grupo é suspeito de sonegar tributos com valores que ultrapassam R$10 milhões.

Segundo as investigações, as empresas de distribuição de hortifrutigranjeiros eram constituídas por laranjas, e agiam em contexto de “total confusão patrimonial”, promovendo intenso fluxo de valores entre as pessoas jurídicas e físicas que integravam o grupo econômico. 

No balanço patrimonial, empresas constituídas em nome dos filhos dos beneficiários efetivos acumularam patrimônio expressivo, através da compra de imóveis com recursos estranhos às entidades e de pagamentos direto das empresas do braço operacional. 

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp