Polícia

Vídeo mostra momento em que marceneiro entra no prédio onde assassinou idosa no Itaigara

Foto: Reprodução

Gravações mostram que marceneiro se aproveita de brecha na segurança e entra no prédio

Publicado em 25/05/2022, às 13h16    Foto: Reprodução    Redação

Imagens das câmeras de segurança do prédio onde a idosa Rita Maria Brito Fragoso e Silva, de 62 anos, foi morta, no bairro do Itaigara, mostram o exato momento em que o responsável pelo assassinato, o marceneiro Max William Simões Santos, entrou no edifício. Na gravação é possível ver que o homem fingi estar interfonando para algum apartamento, e quando um outro morador aparece para sair do prédio, Max se aproveita para adentrar.

As gravações mostram que após entrar no condomínio, Max William subiu de elevador até o apartamento da idosa, isso aconteceu às 17h39. Às 18h14 a bancária chega no prédio e fez o mesmo percurso do criminoso, pegou o elevador e subiu para sua residência, essa foi a última imagem de Rita em vida.

O corpo da vítima foi encontrado dias depois por um sobrinho, que precisou arrombar a porta do apartamento para encontrar o corpo da idosa.

Max William Simões Santos foi preso na última quinta-feira (19), no bairro do Arraial do Retiro, em Salvador, e foi levado para o presídio da capital baiana na última terça-feira (24). O marceneiro confessou o crime de latrocínio e ainda falou que os objetos roubados por ele já foram vendidos.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre