Política

Pedido de impeachment de Temer é protocolado na Câmara

Após a notícias da participação do presidente em esquema, parlamentar do partido Rede entrou com o pedido

Publicado em 17/05/2017, às 20h32    Divulgação    Chayenne Guerreiro

O deputado do Rio de Janeiro, Alessandro Molon (Rede), protocolou na noite dessa quarta-feira (17), o primeiro pedido de impeachment contra o presidente Michel Temer (PMDB).

A ação veio após a divulgação de um áudio entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF), onde Temer autoriza a compra do silêncio do deputado cassado, Eduardo Cunha.

De acordo com Molon, a denúncia embasa o pedido de afastamento já que o presidente fere a lei de responsabilidade fiscal. “Já protocolei o pedido de impeachment de Michel Temer com base nessa denuncia, nessa delação que trata do pedido de manutenção do pagamento de propina a Eduardo Cunha para que ele mantenha o seu silêncio. Isso fere diretamente a lei dos crimes de responsabilidade que diz que ter comportamento incompatível com decoro do cargo é causa para cassação do mandato. Está fundamentada, protocolada, é o primeiro pedido de impeachment de Temer que deve levar a cassação do seu mandato logo mais”,  afirmou.

Matérias relacionadas:

Temer é gravado por dono da JBS dando aval para comprar silêncio de Cunha

Câmara encerra sessão e líderes dos partidos convocam reunião de emergência
Rui classifica momento de denúncia contra Temer como “tsunami”
A Justiça não pode mais blindar Temer, brada Solla

Classificação Indicativa: Livre