Política

Presidente de comissão da OAB-DF é preso pela PF após delação da JBS

O procurador da República, Angelo Goulart, também foi preso. Ele atuava no TSE

Publicado em 18/05/2017, às 07h29        Redação BNews

O advogado e presidente da presidente da Comissão de Assuntos Constitucionais da OAB/DF, Willer Tomaz, foi preso pela Polícia Federal na operação deflagrada nesta quinta-feira (18) após delação do dono da JBS, Joesley Batista na Lava Jato.

Além de Tomaz, foi preso o procurador da República que atuava no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Angelo Goulart. Ambos participaram do esquema de infiltração da JBS.

Segundo informações do site O Antagonista, o procurador e o advogado tinham acesso às operações Greenfield, Sépsis e Cui Bono. Goulart passou a integrar as forças-tarefas em março e foi pago pela JBS para se infiltrar e espionar os trabalhos de investigação.

Notícias relacionadas:

Câmara encerra sessão e líderes dos partidos convocam reunião de emergência
Rui classifica momento de denúncia contra Temer como “tsunami”
A Justiça não pode mais blindar Temer, brada Solla

Classificação Indicativa: Livre