Política

Sérgio Cabral deve ficar afastado da vida pública até os 80

Reprodução
A pena se divide em 24 anos pelo crime de corrupção passiva, 13 anos por lavagem de dinheiro e 8 anos e 2 meses por organização criminosa  |   Bnews - Divulgação Reprodução

Publicado em 23/09/2017, às 10h42   Redação BNews


FacebookTwitterWhatsApp

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral foi condenado a 45 anos e 2 meses de prisão; sanção que afasta o peemedebista, com 54 anos de idade, de qualquer função na administração ou cargo eletivo por 26 anos, dobro da pena específica para o crime de lavagem de dinheiro.

Se quiser voltar à vida pública, assumir um cargo de diretor ou membro de conselho de administração, Cabral vai precisar esperar até pelo menos os 80 anos de idade. O juiz federal Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Federal do Rio, foi responsável pela sentença.

A pena se divide em 24 anos pelo crime de corrupção passiva, 13 anos por lavagem de dinheiro e 8 anos e 2 meses por organização criminosa.

“Para os réus condenados pela prática do crime de lavagem de capitais, como efeito secundário da condenação, decreto a interdição do exercício de cargo ou função pública de qualquer natureza e de diretor, de membro de conselho de administração ou de gerência das pessoas jurídicas referidas no artigo 9º da Lei 9.613/98, pelo dobro do tempo da pena privativa de liberdade aplicada, consoante determina o artigo 7º, II da mesma lei”, ordenou Bretas.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp