Política

Lúcio critica deputados que deixaram MDB para facilitar reeleição: “o ‘chapão’ virou ‘chapeta’”

Gilberto Júnior/BNews

Nomes como Hildécio Meirelles, Pedro Tavares e Leur Lomanto Jr aproveitaram a janela partidária, encerrada no mês passado, para buscar um novo abrigo

Publicado em 15/05/2018, às 11h43    Gilberto Júnior/BNews    Redação BNews*

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB) criticou os deputados estaduais que deixaram a sigla, durante seu discurso na posse de Gerson Gabrielli no MDB municipal, realizada na manhã desta terça-feira (15). Nomes como Hildécio Meirelles, Pedro Tavares e Leur Lomanto Jr aproveitaram a janela partidária, encerrada no mês passado, para buscar um novo abrigo e tentar garantir a reeleição.

“Aqueles parlamentares que deixaram o MDB, não por motivo de discordância, mas por questão científica, por matemática, achavam que lá seria mais fácil com o tal de ‘chapão’. Agora, mais fácil está no MDB. Lá, ficou difícil, o ‘chapão’ virou ‘chapeta’. E nós viramos a chapa. Tenho certeza que chegaremos à vitória”, declarou Lúcio.

Os partidos maiores ligados ao prefeito ACM Neto (DEM) e ao candidato do DEM ao governo baiano, José Ronaldo, pressionam pela formação de um chapão para eleger deputados, o que é rechaçado pelas siglas menores por acreditarem que ficarão em desvantagem.

*Com informações da repórter Cíntia Kelly.

Classificação Indicativa: Livre